Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Cinema

Web série “Cine Oeste: trabalhadores do cinema e audiovisual goiano” tem primeiro episódio disponível

Criado: Quarta, 12 de Dezembro de 2018, 11h45 | Última atualização em Quarta, 12 de Dezembro de 2018, 11h54

Os filmes são fruto de um projeto de extensão de professores e estudantes do Bacharelado em Cinema do IFG

Gravação do primeiro episódio com os diretores Lázaro Ribeiro e Dagmar Talga
Gravação do primeiro episódio com os diretores Lázaro Ribeiro e Dagmar Talga

Foi lançado ontem, dia 11, o primeiro episódio da Web série “Cine Oeste: trabalhadores do cinema e audiovisual goiano”. Os vídeos são frutos de um projeto de extensão coordenado pela professora Cristiane Ventura com a participação de estudantes de todos os períodos do bacharelado em Cinema e Audiovisual do IFG.

O objetivo da série é apresentar os profissionais e realizadores da região centro-oeste valorizando seus trabalhos e trajetórias. O primeiro episódio mostra uma conversa entre Lázaro Ribeiro, diretor de documentários e ficção e Dagmar Talga, diretora de documentários. Os dois residem na Cidade de Goiás e suas produções abrangem temáticas da região como as biografias de Cora Coralina e Dom Tomás Balduíno. O vídeo é uma conversa descontraída em que os realizadores falam sobre suas carreiras, os principais projetos, a diferença entre a produção documental e ficcional e os futuros projetos que pretendem executar.

Veja o primeiro episódio da série Cine Oeste

Para a realização da web série foi feito um levantamento dos projetos audiovisuais que estão em execução na região centro-oeste atualmente: são 57 projetos que possuem algum tipo de financiamento assegurado, sendo realizados em Goiás por 18 empresas produtoras, em diferentes estágios de produção. São 28 longas-metragens (49,1% do total), três telefilmes (5,3%) e 26 séries (45,6%); 24 ficções (42,1%), 26 documentários (43,9%) e sete animações (12,3%). Desses projetos, 24 são de desenvolvimento (42,1% do total), incluindo 11 projetos no interior de nossos dois núcleos criativos, ligados ao curso de Cinema, aprovados junto ao Fundo Setorial do Audiovisual e 6 projetos que incluem a realização de episódios- piloto. Trinta e três (57,9%) projetos encontram-se em diferentes estágios de produção, sendo nove em pré-produção, um em filmagem, 16 em pós-produção e sete projetos já finalizados.

Para a professora Cristiane Ventura, coordenadora do projeto de extensão Cine Oeste, produtora e editora dos vídeos, é importante entender o cenário da realização audiovisual na região levando em consideração que existe uma cota para que os recursos das políticas públicas do cinema audiovisual brasileiro sejam aplicados em 30% nas regiões norte, nordeste e centro-oeste. “São 20 estados, e essa cota ainda não é cumprida atualmente, vemos a necessidade de evidenciar o crescente volume de produções, realizadores e a qualificação dos profissionais nos últimos”. Ela também enfatiza que a produção dos vídeos é uma maneira de estimular os estudantes que estão se formando na área para que “vislumbrem um mercado que está em consolidação e também em ampliação”.

A previsão é que sejam lançados 8 episódios, com liberação mensal.

 

Ficha técnica:

Coordenação: Cristiane Ventura

Professores participantes: Renato Naves e Leonardo Eloi

Estudantes participantes: Arthur Cintra (8º período); Vanessa Amaral, Viviane Goulart, Pedro Henrique (6º período; Marcos Paulo (4º período); Felipe Mariano (2º período).

 

Comunicação Social/ câmpus Cidade de Goiás



Fim do conteúdo da página