Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
EaD

Aula inaugural de Pedagogia Bilíngue EaD do INES marca o IFG na história da comunidade surda

Criado: Segunda, 12 de Março de 2018, 10h43 | Última atualização em Terça, 13 de Março de 2018, 11h19

Destaques foram feitos na cerimônia de abertura da aula inaugural, realizada no sábado, 10

Acesso de alunos ao Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso online de Pedagogia Bilíngue

Alunos do curso online de Pedagogia Bilíngue do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) tiveram sua aula inaugural neste sábado, 10, no Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Aparecida de Goiânia. O IFG é um dos 12 polos do País e o único de Goiás a oferecer o curso. A aula inaugural foi presencial e os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer o câmpus e a equipe de tutores, além de fazer o primeiro acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem e receber as orientações para início das aulas.

No IFG, estão matriculados 25 alunos da Região Metropolitana de Goiânia, de municípios do interior do Estado de Goiás e também do Distrito Federal e dos estados do Rio Grande do Sul, Tocantins e Mato Grosso. Henelly Oiveira Nunes é surda e mora em Brasília. Ela soube do curso por uma amiga que é intérprete de Libras e se inscreveu para uma vaga. Ela conta que um professor bilíngue fez falta em sua formação escolar inicial e agora pensa em ser professora e poder ajudar pessoas surdas. A coordenadora do polo IFG, professora Waléria Batista da Silva Vaz Mendes, conta que o IFG já é referência no País com o curso de Pedagogia Bilíngue presencial e que a instalação do curso a distância é mais um marco histórico para a comunidade surda, do qual o Instituto Federal de Goiás mais uma vez participa.

 

Cerimônia de abertura

Na cerimônia de abertura da aula inaugural no IFG, a diretora-geral do Câmpus Aparecida de Goiânia, professora Ana Lucia Siqueira de Oliveira, destacou o desafio enfrentado pelo Instituto para a implantação do curso de Pedagogia Bilíngue presencial e do benefício que representa para a sociedade a ampliação de oportunidades com o curso online. “A realidade mostra que há poucos surdos em cursos superiores e o IFG está construindo as bases para mudar essa realidade”, afirmou Ana Lucia. A diretora parabenizou os alunos que estão iniciando o curso de Pedagogia Bilíngue e afirmou que eles serão um diferencial na sociedade.

A coordenadora do polo IFG do curso online de Pedagogia Bilíngue, professora Waléria Batista da Silva Vaz Mendes, lembrou que foi “maravilhoso” o movimento para criação dos cursos de Letras-Libras no Brasil, tendo sido o primeiro criado em 2006. “Mas faltava o professor para trabalhar com a criança”, afirmou Waléria. Ela lembrou que o Instituto Federal de Goiás foi a primeira instituição do País a criar o curso de Pedagogia Bilíngue presencial e que agora é mais uma vez marcado positivamente na história da comunidade surda com a ampliação do curso, desta vez na modalidade Educação a Distância. O vice-presidente da Associação de Surdos de Goiânia, Carlos Henrique da Costa, ressaltou o valor da educação bilíngue e falou que o curso de Pedagogia Bilíngue é de enorme importância para a educação de surdos.

A solenidade de abertura da aula inaugural foi aberta e conduzida pelo professor Thiago Cardoso Aguiar. Estavam também presentes à cerimônia, os professores Diego Leonardo Vaz, Flávia de Almeida Pinheiro e Alciane Barbosa Macedo Pereira, do IFG Aparecida de Goiânia, além de todos os integrantes da equipe do polo IFG do curso online de Pedagogia Bilíngue, composta pelos seguintes professores e tutores:  Waléria Batista da Silva Vaz Mendes (coordenadora), Thiago Cardoso Aguiar (assistente de docência), Diego Leonardo Pereira Vaz, Lucélia Fernandes e Newton da Rocha Nogueira (tutores presenciais) e Adriano Nunes da Silva, Andreia Cristina de Lima, Carmem Gabryella Pereira, Geane Feitosa Lima, Williane da Silva de Oliveira e Willis Alves Pereira (tutores EaD).

 

O curso

O curso de Pedagogia Bilíngue ofertado pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos é de nove períodos ou 3.300 horas/aula. Os encontros presenciais vão acontecer no início de cada núcleo de disciplinas. A graduação em Pedagogia Bilíngue – Licenciatura, na modalidade EaD do INES, abriu 390 vagas em 12 pólos do País. O ingresso dos estudantes foi feito utilizando a nota do Enem, em que os candidatos podiam optar pela nota obtida entre os anos de 2015 a 2017. Os graduados serão capacitados para a educação de crianças surdas e ouvintes nas primeiras séries do Ensino Fundamental.

O Instituto Nacional de Educação de Surdos é vinculado ao Ministério da Educação. Fundado em 1857 pelo Imperador D. Pedro II, o INES nasceu da primeira Escola de Surdos do Brasil, criada pelo professor surdo Eduardo Huet.

 

Acesse aqui as imagens da aula inaugural

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos / Câmpus Aparecida de Goiânia

Fim do conteúdo da página