Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Esporte

Atletas de projeto social apoiado pelo IFG Anápolis participam de competição esportiva

Criado: Segunda, 05 de Fevereiro de 2018, 16h27 | Última atualização em Sexta, 16 de Fevereiro de 2018, 17h59

Dez atletas do projeto Adulão participaram da 1° etapa do Campeonato Goiano de Jiu Jitsu, que foi realizada no último domingo, 04, no Ginásio Poliesportivo Gracinda Maria, em Anápolis. Este projeto utiliza, nas tardes de sábado, o espaço do Instituto Federal de Goiás (IFG) - Câmpus Anápolis para oferecer aulas gratuitas de jiu jitsu a crianças e jovens que moram nos bairros vizinhos do IFG. Essa foi a primeira vez que os dez alunos, que em sua maioria são do Bairro Copacabana, participaram de uma competição oficial e a boa notícia é que todos foram ao pódio.

A competição é promovida pela Federação de Jiu-Jitsu de Goiás e os atletas do Adulão competiram nas categorias mirim, juvenil e adulto.O campeonato ainda terá mais três etapas ao longo do ano na cidade de Goiânia. "O mais proveitoso foi ver os meninos acreditando que tudo é possível e o destaque que faço é que para Deus nada é impossível", resume o coordenador geral do projeto, Eriksen Cruz dos Santos, ao comentar a experiência de ontem. Na ocasião, o instrutor também competiu e ganhou uma medalha de ouro e outra de prata.

Ao conversar com os atletas, foi possível testemunhar a satisfação e o orgulho deles em participar do campeonato. Felipe da Silva, de 16 anos, por exemplo, participou pela primeira vez de uma competição do esporte e deixou sua marca ao conquistar uma medalha de ouro. Na sua avaliação, essa foi uma boa oportunidade para ampliar seus conhecimentos sobre a arte marcial. "O jiu jitsu está virando uma vida para mim", expressou o jovem (foto ao lado).

Entre os que acompanharam os atletas estava Bruno Siqueira, pai de Bruna Siqueira, de 11 anos, que também conquistou uma medalha de ouro em sua categoria."Depois que ela entrou no projeto e começou a interagir com as crianças lá, ela melhorou muito o comportamento, desenvolveu muito. Deixei ela à vontade (para praticar jiu jitsu) e ela foi gostando", atesta o pai. Bruno também é instrutor de jiu jitsu no projeto Adulão e tem observado, satisfeito, o quanto o projeto tem crescido e impactado positivamente os alunos.

 

PARCERIA COM O IFG

A parceria do IFG com o projeto Adulão é resultado direto da articulação iniciada pelo projeto de extensão do Câmpus Anápolis denominado "Terra, mãos e sonhos no Câmpus Anápolis: uma proposta de intervenção nas condições de vulnerabilidade social no Residencial Copacabana e Vale das Laranjeiras".

O projeto Adulão atende atualmente cerca de 60 alunos de 6 a 18 anos, existe há aproximadamente dez meses e tem utilizado as dependências do Galpão Tecnológico do Câmpus Anápolis desde julho de 2017 para oferecer aulas de jiu jitsu. Antes da parceria para uso do espaço do IFG, as aulas chegaram a ser ofertadas em chão batido. Todos os instrutores envolvidos são voluntários.

 

Confira a galeria de fotos aqui

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Anápolis

 

 

 

Fim do conteúdo da página