Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Arte

Alunos espalham mil tsurus em área externa do Câmpus Inhumas

Criado: Terça, 03 de Julho de 2018, 19h46 | Última atualização em Quinta, 12 de Julho de 2018, 17h12
Alunos depositam tsurus na grama do câmpus
  Estudantes depositam tsurus na grama do câmpus

No final da manhã desta terça-feira, 3 de julho, parte da grama no IFG-Câmpus Inhumas, próximo à portaria destinada aos alunos, ficou tomada por um famoso origami: o tsuru, ave sagrada do Japão, símbolo de boa sorte, felicidade, longevidade e fortuna. Na verdade, a grama foi tomada por mil tsurus. A intervenção artística foi executada pelos alunos do primeiro ano do curso Técnico Integrado em Química, orientados pela professora de Artes Visuais Mônica Mitchell de Morais Braga.

"Estudamos sobre arte contemporânea, vimos os conceitos de instalação e os alunos ressignificaram o tsuru. A intenção de espalhar os origamis é desejar boa sorte ao Câmpus Inhumas. Para chegarmos aos mil tsurus, os alunos toparam levar trabalho para casa, fazendo os tsurus também entre seus familiares", explica a professora.  

Trabalho foi executado pelos alunos do Técnico em Química
   Trabalho foi executado pelos alunos do curso Técnico em Química

Agora, os origamis, feitos com papel sulfite colorido, serão distribuídos para a comunidade do câmpus. "Os alunos entendem que receber um tsuru de presente é um bom sinal", diz Mônica. Segundo ela, na primeira aula sobre o assunto, as dobras do tsuru deram um pouco de trabalho e a produção foi bem reduzida. "Depois, os alunos pegaram o jeito e criaram até um 'sistema de produção' coletivo que funcionou muito bem."   

 

 

Fim do conteúdo da página