Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
feptec

Discussões sobre Juventude e Educação marcam o primeiro dia do Feptec no Câmpus Luziânia

Criado: Quarta, 20 de Junho de 2018, 18h18 | Última atualização em Quinta, 16 de Agosto de 2018, 11h31

O evento teve início nesta terça-feira, 19, e segue até amanhã, 21

Diretor-geral do Câmpus Luziânia, Reinaldo Reis (centro), destaca a importância do Fórum na cerimônia de abertura

Com o tema Em defesa da democracia: Educação Pública, Gratuita, Inclusiva e de Qualidade, aconteceu a abertura do Fórum de Educação Profissional e Tecnológica do Entorno no DF, na noite desta terça-feira, 19 de junho, no IFG – Câmpus Luziânia. Todos os integrantes da mesa diretiva destacaram que o fórum é o momento de se pensar que país cada um quer, momento de fortalecer a educação.

Compuseram a mesa diretiva o diretor-geral do IFG/Câmpus Luziânia, professor Reinaldo Reis; o presidente do Centro de Estudos e Memória da Juventude (CEMJ), Euzébio Jorge da Silveira; o presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Pedro Gorqui; a diretora de Juventude da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Luiza Bezerra; e a diretora de Relações Institucionais da União Nacional dos Estudantes (UNE), Bruna Brelaz.

De acordo com o presidente do Centro de Estudos e Memória da Juventude (CEMJ), Euzébio Jorge da Silveira, o Fórum é um espaço de todos que acreditam que a saída para a crise (crise do país) não é individual, mas resulta de um esforço coletivo. “Nós temos no evento as categorias fundamentais para pensar um projeto de desenvolvimento. Temos estudantes, trabalhadores, professores, pessoas que estão pensando que tipo de país queremos construir. Essa discussão significa a luta por uma educação que seja para todos, uma educação capaz de olhar pelos diversos ângulos, diversos olhares do nosso povo”, destacou Euzébio Silveira.

Para o diretor-geral do Câmpus Luziânia, Reinaldo Reis, o Feptec se faz importante diante do papel do IFG de articular ciência, política e cultura na comunidade luzianiense. “Vemos aqui o esforço de várias entidades que envolvem categorias dos estudantes para a construção do Fórum de Educação Profissional e Tecnológica do Entorno do DF e a importância de trazer o tema da juventude e do movimento estudantil aqui para a cidade. Esperamos construir e fortalecer uma Instituição que está em Luziânia há 8 anos”, afirmou Reinaldo Reis.

A estudante do 3º ano do curso técnico integrado em Edificações, Ana Clara Cardoso Oliveira, em sua primeira participação em um fórum de educação, aprovou o evento. “Está muito bom. É muito interessante essa integração com pessoas de outras escolas e instituições. Além disso, o tema do fórum é bastante pertinente até mesmo devido ao atual momento que o Brasil enfrenta e os rumos que a Educação está tomando no país”, disse Ana Clara.

 

Programação

Durante toda esta quarta-feira, 20, diversas atividades foram realizadas. Seminário, mesa redonda, exposição de pôsteres, mostra científica, visitação de estudantes de escolas estaduais, feira de artesanato e atividades culturais marcaram este segundo dia de evento. A noite continua com os shows do Trio Balançado e Rastapé. Para participar dos shows é necessário fazer inscrição no site http://eventos.ifg.edu.br/feptec/inscricao/.

Esta quinta-feira, 21, começa já com a mesa redonda A Escola que a gente quer!!!, às 9h, no auditório do Câmpus Luziânia. Às 12h começam as apresentações culturais no palco aberto e às 14h, a mesa redonda Juventude, Trabalho e o Trampo do Futuro. Das 17h às 18h, as atividades do palco aberto retomam e, em seguida, terá o show da banda Exaltasamba para encerrar o evento e comemorar o aniversário de 8 anos do Câmpus Luziânia, que se dá em 21 de junho.

 

Confira a programação completa.

 

Veja aqui as fotos dos dois primeiros dias do Feptec.

 

 

Coordenação de Comunicação Social / Câmpus Luziânia.
 

Fim do conteúdo da página