Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Quinta Justa - Aniversário de 5 anos do GruLaPe

Criado: Segunda, 09 de Julho de 2018, 16h30 | Última atualização em Sexta, 13 de Julho de 2018, 08h34

Data: 12 de julho | Horário: 19h30 | Local: Teatro do IFG | Entrada franca

Foto do grupo durante apresentação no teatro do ifg
GruLaPe durante apresentação no 7º Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica do IFG - Câmpus Goiânia

O projeto Quinta Justa desta semana abre espaço para comemorar os 5 anos de formação do Grupo do Laboratório de Percussão do IFG (GruLaPe). O grupo apresentará um programa inteiramente novo e diversificado, composto de músicas de vanguarda e repertório contemporâneo. O espetáculo inicia às 19h30, desta quinta-feira (12), no Teatro do IFG. A entrada é franca. 

Durante a apresentação, o público poderá apreciar variados estilos e formações instrumentais com percussão, incluindo o tratamento computacional e eletrônico em tempo diferido (tape), a gestualidade como centro de criação, peças com dois solistas, entre outras propostas de inventividade.

Sobre o GruLaPe

Criado em 2013 pelo professor Ronan Gil, o Grupo do Laboratório de Percussão do IFG (GruLaPe) tem como objetivo difundir o repertório dos séculos XX e XXI, próprio para grupo de percussão, buscando o aprimoramento artístico-musical e técnico de seus integrantes. O desenvolvimento artístico é realizado em processo prático de execução, criação e experimentação do repertório moderno e contemporâneo. Este repertório, muitas vezes, leva seus integrantes a estrear peças nunca escutadas e a difundir um material que sempre desafia o percussionista e seu público ao novo, ao descobrimento e a uma reflexão da arte sobre a vida.

O GruLape está inserido dentro das atividades do Núcleo de Excelência para a Pesquisa e Performance em Percussão (NΞP³), que congrega pesquisadores e colaboradores do IFG, UFG e UFMG. O núcleo procura fomentar a pesquisa musical e sua difusão, o ensino, a prática e a extensão no campo da percussão, englobando áreas da performance, processos criativos, construção de novos instrumentos e inovação tecnológica, luteria digital e interação computacional.

Fim do conteúdo da página