Educação a Distância

  • Imprimir
Criado: Segunda, 13 de Fevereiro de 2017, 12h38 | Última atualização em Terça, 12 de Março de 2019, 15h11

A Educação à Distância (EaD) é a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. Ou seja, é uma modalidade de ensino em que professores e alunos não precisam estar fisicamente no mesmo ambiente e ao mesmo tempo para que ocorra a aprendizagem.


Atualmente a EaD/IFG trabalha com dois cursos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que foi criada pelo Ministério da Educação (MEC) em 2005 com o intuito de expandir a oferta de cursos superiores em instituições públicas, seja de graduação ou pós-graduação, principalmente para o interior do Brasil.

 

São eles:


    


 O Brasil é o país que mais cresceu em relação a número de usuários na internet. Com o aumento da interatividade, segurança, velocidade e o baixo custo para se ter acesso à rede, a internet tornou-se uma importante ferramenta de entretenimento, pesquisa, publicidade, disseminação de informações e, claro, para o ensino à distância.

O uso das novas tecnologias no ensino estimula a experimentação, reflexão e geração de conhecimentos individuais e coletivos. Trata-se do empreendimento de uma nova estrutura de aprendizado, que favoreça a construção de um espaço de aprendizagem colaborativa.  

A principal diferença do curso à distância para o presencial é a autonomia dada ao aluno. Um curso EaD permite maior flexibilidade na participação do estudante, que deverá gerenciar seu espaço e tempo, realizando as tarefas nos momentos que mais forem adequados à sua agenda.

É importante enfatizar que o ensino à distância pauta-se pelos mesmos propósitos e diretrizes dos cursos presenciais que buscam, necessariamente, o desenvolvimento de competências e habilidades indispensáveis para a prática do exercício profissional. 

 


Essa modalidade caracteriza-se pelo processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente.

Entretanto, a relação professor-estudante não se altera, mas ela acontece numa sala de aula virtual, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

Para que a interação professor-aluno aconteça de forma eficaz, são utilizados recursos didáticos diversificados, com a intenção de tornar a experiência de ensino-aprendizagem o mais atrativa possível.

Os materiais impressos continuam sendo a base para este ensino, mas hoje contamos com o suporte das novas tecnologias. Trabalhamos no Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA) principalmente por meio dos multimeios tecnológicos, que combina textos, sons, imagens, bem como mecanismos de geração de caminhos alternativos (hipertextos) e instrumentos para fixação de aprendizagem com feedback imediato (fóruns, chats e webconferências). 


Fazer um curso que não precisa da presença diária na sala de aula e ser dada a você a autonomia de decidir como, onde e quanto estudar parece fácil. Mas, ao contrário, exige a mesma dedicação, ou até mais, que de um aluno presencial.

Essa dinâmica inesperada pode causar estranhamento e até desconforto aos alunos que decidem fazer um curso à distância.

Num primeiro momento pode parecer complicado, mas é completamente possível, pois a EaD é pensada sob a lógica do aprender a aprender e entende que aprendemos a todo momento. A produção ativa de novos conhecimentos pode acontecer não apenas dentro da escola, nem só dentro do tempo da sala de aula, mas pode acontecer em qualquer lugar. E acontece, ninguém aprende apenas dentro de um local específico, num horário específico.

Para que você consiga aproveitar ao máximo seu curso, é necessário que você faça um planejamento, crie uma rotina de estudos, estabeleça metas diárias, priorize as tarefas mais urgentes e organize o material a ser estudado. Além disso, você poderá contar com a orientação de seu professor na sala de aula virtual e também do apoio de tutores nos horários de atendimento presencial. Com disciplina, organização, curiosidade e automotivação seu sucesso é certo, num curso à distância ou presencial! 


A EaD fundamenta-se primordialmente nos quatro pilares da Educação do Século XXI publicados pela UNESCO, que são: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser.

Assim, a Educação deixa de ser concebida como mera transferência de informações e passa a ser norteada pela contextualização de conhecimentos úteis ao aluno. Na educação a distância, o aluno é desafiado a pesquisar e entender o conteúdo, de forma a participar da disciplina.

O decreto n° 5.622 (abre em nova aba), que regulamenta a educação à distância, classifica os níveis de modalidades educacionais em educação básica, de jovens e adultos, especial, profissional (abrangendo técnico de nível médio e tecnológico superior) e superior (que abarca os sequenciais, graduação, especialização, mestrado e doutorado).

Segundo estabelece o decreto, os cursos deverão ter a mesma duração definida para os cursos na modalidade presencial e deverá estar prevista a obrigatoriedade de momentos presenciais para avaliações de estudantes, estágios obrigatórios (quando previstos na legislação pertinente), defesa de trabalhos de conclusão de curso (quando previstos na legislação pertinente) e atividades relacionadas a laboratórios de ensino, quando for o caso.

Os diplomas e certificados de cursos e programas a distância, expedidos por instituições credenciadas e registrados na forma da lei, terão validade nacional.

 

Documentos importantes:

Regulamentação da EaD no Brasil (abre em nova aba)

Pareceres do Conselho Nacional de Educação (CNE) (abre em nova aba)

Referenciais de Qualidade para EaD (abre em nova aba)

Educação Superior à Distância (abre em nova aba)

Documento de Referência do MedioTec EAD (abre em nova aba)

Decreto 9057, de 25 de maio de 2017 -  atualiza a legislação sobre o tema e regulamenta a Educação à Distância no país, define, ainda, que a oferta de pós-graduação lato sensu EaD fica autorizada para as instituições de ensino superior que obtêm o credenciamento EaD, sem necessidade de credenciamento específico, tal como a modalidade presencial (abre em nova aba)

Compilação de leis federais e estaduais sobre EaD, feita pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) (abre em nova aba)

IN/PROEN nº 04,  21 de dezembro de 2018 - Normatiza os procedimentos da Resolução CONSUP/IFG nº 033, de 02/10/2017, para inclusão de até 20% de CH de atividades não presenciais nos cursos presenciais do lnstituto Federal de Educação. Ciência e Tecnologia de Goiás.