Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > Câmpus Anápolis se prepara para participação no XIV Festival de Artes
Início do conteúdo da página
Extensão

Câmpus Anápolis se prepara para participação no XIV Festival de Artes

Com oficina e espetáculo presentes na programação do evento, Câmpus Anápolis marca presença no Festival

O Câmpus Anápolis do Instituto Federal de Goiás teve uma oficina (Dialética em Jogos Vorazes) e um espetáculo (Dest#Lado) selecionados para comporem a programação oficial do XIV Festival de Artes de Goiás, que será realizado no Câmpus Itumbiara, entre os dias 7 e 10 de novembro, tendo o seguinte tema geral: Pô!Ética. Além disso, o evento contará com a presença de 60 alunos dos terceiros anos dos cursos técnicos integrados de Anápolis a serem divididos em duas turmas a cada dois dias (7 e 8; 9 e 10), liderados pelos professores Alessandro Oliveira e Elza Gabriela Godinho. Ainda há vagas remanescentes para composição destes dois grupos e as inscrições podem ser feitas acessando este link: https://goo.gl/forms/Q1rBoEJZ3mApHsdg1. A professora Lorena Ribeiro Melo é a representante do Câmpus Anápolis na comissão organizadora do festival.

A oficina Dialética em Jogos Vorazes será conduzida pelos alunos Lucas Vilaça, Sabrina Lobo, Claudson dos Santos e Gabriel Alves no dia 08 de novembro, entre 14 h e 17 h. Com capacidade para atender até 30 pessoas, os oficineiros pretendem fazer uma discussão política e social tendo como ponto de partida o livro intitulado Jogos Vorazes. Em seguida, os participantes serão convidados a criar um produto artístico, permitida a utilização de qualquer linguagem, desde que se enquadre com o tema da obra em estudo. A oficina foi idealizada pelos estudantes a partir da participação dos mesmos no projeto de extensão do Câmpus Anápolis denominado Artes Visuais e Literatura: imagem, imaginação e expressão (clique aqui para saber mais sobre esse projeto).

 

Já o Dest#Lado é uma peça originalmente escrita pela aluna Babi Abreu quando tinha 14 anos. Hoje, aos 16, a escritora já tem uma trajetória de um ano de divulgação do trabalho em Anápolis, período durante o qual recebeu a premiação Seu Menino, em abril de 2017. Babi conta que a peça relata a história fictícia de Caio, um homossexual sobrevivente da Ditadura Militar no Brasil, que reserva um pouco de seu tempo para contar como foi a sua experiência no período através da sua companhia destilada, que é o álcool. Além de Babi Abreu, o texto também leva a assinatura de Natan Souza. Trata-se de um monólogo apresentado pelo ator Luiz Monteiro cuja atuação tem caráter intimista e de interação constante com a plateia. No festival, Dest#Lado está agendado para o dia 09 de novembro, entre 18h30 e 19 horas.

 

 

 

Saiba mais sobre o XVI Festival de Artes de Goiás clicando aqui

 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Anápolis

 

Notícias (Servidor)

Fim do conteúdo da página