Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Projeto propõe o plantio de mudas como forma de reparar o desperdício de água
Início do conteúdo da página
projeto de ensino

Projeto propõe o plantio de mudas como forma de reparar o desperdício de água

Criado: Quinta, 04 de Outubro de 2018, 18h00 | Última atualização em Quinta, 11 de Outubro de 2018, 14h27

Atividade de educação ambiental está sendo realizada com estudantes do Técnico Integrado

Presidente da Estação Reciclar explica aos alunos os benefícios sobre a prática da reciclagem
Presidente da Estação Reciclar explica aos alunos os benefícios da prática da reciclagem

 

Nesta quarta-feira, 04/10, ocorreu a atividade em campo do projeto "Primeira jornada ambiental dos alunos produtores de água em reparação aos déficits hídricos dos mananciais urbanos de Itumbiara (GO)". O projeto de ensino é conduzido pelo professor Nelson Ney Dantas Cruz e teve início no começo de setembro com a participação de cerca de 25 alunos dos primeiros anos do Técnico em Eletrotécnica e Química, do IFG Câmpus Itumbiara. De acordo com o professor, “o objetivo maior do projeto é o plantio de árvores em Áreas de Preservação Permanente (APP)” como forma de reparar o desperdício de água e promover a educação ambiental.

Na visita de ontem, os estudantes tiveram a oportunidade de visitar diversos locais da cidade, com o intuito de observar alguns problemas urbanos como a ocupação irregular, descarte irregular de lixo, contaminação do solo, entre outros. Os locais visitados foram: Estação Reciclar, Parque Municipal Beija Flor, APP do Bairro Dona Marolina, aterro de depósito de lixo do município e também a área destinada para a construção de novo hospital da cidade.

Os estudantes ainda conheceram o Parque Municipal Mauro Borges, que está localizado próximo ao Bairro Morada dos Sonhos. No final do mês de novembro, os alunos irão retornar ao local para realizar o plantio de cerca de 150 mudas de árvores nativas, visando contribuir com o Plano de Recuperação de Área Degradada (PRADE), da Agência Municipal do Meio Ambiente de Itumbiara (Ammai). Quem também esteva na visita acompanhado a turma foi o engenheiro agrônomo e analista ambiental da Ammai, Néude Côrtes Borges.

 

Plantio de mudas e desperdício de água

O docente Nelson explica que cada pessoa pode ser uma produtora de água a partir do plantio de árvores, pois a vegetação sobre o solo é fundamental para que a água da chuva alcance o lençol freático, de onde brotará as nascentes que abastecem rios e córregos. O professor ainda comenta que o plantio das mudas “tem como objetivo reparar o desperdício de água que cada um de nós realiza voluntária e involuntariamente no dia a dia”, durante o banho, escovação e outras atividades diárias.

 

O projeto de ensino irá mensurar o desperdício diário de água de cada um dos alunos, apontando um déficit hídrico, “que corresponderá àquilo que poderia ser economizado nas práticas de higiene”. E o plantio das mudas servirá como reparação do desperdício.

 Produtores de Água

Nelson explica que o termo “Produtores de Água” é um paralelo à política já iniciada pela Agência Nacional de Águas (ANA), em referência aos produtores rurais que fazem reflorestamento e recuperação em APPs, e que recebem incentivos fiscais governamental como forma de compensação. Isto porque o reflorestamento contribuiu com a restauração da flora, fauna e também com o aumento dos níveis de águas hidrográficas.

Nelson também comenta que o projeto de educação ambiental do Câmpus “felizmente será convertido na produção de água para a bacia do Córrego Trindade, onde se localiza o futuro Parque Municipal Mauro Borges”. E completa afirmando: “Com certeza os alunos de nossa escola reconhecerão os benefícios de terem sido, num certo momento, singelos produtores de água num projeto de preservação do meio ambiente que será visitado pela população local e regional”.

 

 

Setor de Comunicação Social e Eventos – Câmpus Itumbiara.

 

Fim do conteúdo da página