Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Estudantes realizam plantio de mudas em parque municipal de Itumbiara
Início do conteúdo da página
projeto de ensino

Estudantes realizam plantio de mudas em parque municipal de Itumbiara

Criado: Quinta, 06 de Dezembro de 2018, 13h53 | Última atualização em Quarta, 12 de Dezembro de 2018, 09h12

Ao todo, projeto de ensino propõe o plantio de 150 mudas de árvores nativas do Cerrado

Gestores da Ammai e turma do Câmpus realizando plantio em conjunto
Turma do Câmpus e e gestores da Ammai realizando plantio de uma muda de jenipapo

 

Uma turma de ensino médio do IFG Câmpus Itumbiara teve ontem o privilegio de ser a primeira de uma instituição de ensino a contribuir com o Plano de Recuperação de Área Degradada (Prade) da Agência Municipal do Meio Ambiente de Itumbiara (Ammai). Ao grupo foi dada a oportunidade de realizar o plantio de mudas de árvores nativas do cerrado no Parque Municipal Mauro Borges.

A atividade foi a última etapa do Projeto de Ensino Primeira Jornada Ambiental dos alunos produtores de água em reparação aos déficits hídricos dos mananciais urbanos de Itumbiara-GO, desenvolvido com os alunos dos primeiros anos dos cursos técnico integrado em Eletrotécnica e Química, e coordenado pelo prof. Nelson Ney Dantas Cruz. “O objetivo maior do projeto é o plantio de árvores em Áreas de Preservação Permanente (APP)” como forma de reparar o desperdício de água e promover a educação ambiental, explica o coordenador.

Como o projeto teve a parceria da Ammai, a Agência doou as mudas e indicou o parque para esta etapa do plantio. Durante a atividade, o presidente da Ammai, José Márcio Margonari, conversou com os estudantes sobre a relevância dessa ação de educação ambiental, e salientou que a atitude deles irá refletir em benefícios para esta e para as próximas gerações. Além de melhorar o microclima do local e atrair animais silvestres característicos da região.

O presidente também alertou os jovens para permanecerem alertas em relação às mudanças climáticas e políticas relacionadas ao meio ambiente. E elogiou o engajamento ambiental deles. Quem também colaborou com a ação e orientou tecnicamente os alunos foi o engenheiro agrônomo e analista ambiental da Ammai, Néude Côrtes Borges.

 

Parque Municipal
O Parque Municipal Mauro Borges foi criado em 2008, está situado no Bairro Dona Marolina, mede cerca de três alqueires e abriga pelo menos uma nascente. O local foi escolhido porque atualmente está sofrendo com a invasão e plantio irregular de hortaliças, e um dos objetivos é aumentar a área florestada e evitar que outras pessoas façam invadam o local. Segundo o presidente José Márcio, está nos planos da agência a construção de ambientes educativos e viveiro de mudas.

Na próxima quarta-feira, outra turma do Câmpus finalizará o projeto com o plantio de mais mudas no parque, totalizando 150 árvores.


Projeto de Ensino
Na primeira parte do Projeto de Ensino, que teve início em setembro, os estudantes realizaram trabalho de campo em diferentes áreas da cidade, e puderam observar problemas de contaminação do solo, áreas desmatadas, ocupação irregular em APP, uma estação de reciclagem e o aterro de depósito de lixo do município de Itumbiara.

Nesta última fase do projeto realizada ontem, antes da chegada ao parque, a turma fez algumas paradas na cidade para observar erosões, construções irregulares e interferências humanas em relação ao fluxo de rios, nascentes e vegetação nativa. Além de explicar as causas e consequências da ação destrutiva sobre o meio ambiente, o prof. Nelson ainda explicava aos estudantes quais os aspectos característicos do solo, rocha, vegetação e fauna de cada local visitado.

Prof. Nelson Cruz, idealizador do projeto

 

Apesar de tanto contato com problemas relacionados principalmente aos recursos hídricos, o grupo de estudantes aprendeu que é possível reparar boa parte dos danos na natureza que foram causados pela ação humana. Para os estudantes Eduardo Darabas Jacinto e Nathalya Giovanna Santos Alves a participação no projeto foi muito positiva e divertida porque proporcionou a união das turmas, ensinou sobre reflorestamento e tratou da importância de se preservar as áreas de proteção permanente.

Mais fotos do plantio estão no Facebook do Câmpus


_______________________________________________________________
LINKS RELACIONADOS
Projeto propõe o plantio de mudas como forma de reparar o desperdício de água 

 

 

Setor de Comunicação Social e Eventos – Câmpus Itumbiara.

Fim do conteúdo da página